Orientações ORL Pós-Operatórias

Seu filho fez cirurgia em amígdalas e adenóide?

Cuidados com alimentação:
 Nos primeiros dois dias ofereça somente alimentos líquidos ou pastosos e frios
(temperatura ambiente para baixo, incluindo gelados como sorvetes, iogurtes ou gelatinas).
 Evite alimentos duros e secos ou que exijam muita mastigação nos primeiros dez dias
(como biscoitos secos, bolachas, pedaços grandes de carne).
 Podem ser utilizados alimentos normais, se a criança aceitar, mesmo no primeiro dia.


 

 

Cuidados de repouso:
 O repouso deve ser total no dia da cirurgia, preferencialmente manter
a criança na cama ou sentado.
 Manter repouso relativo nos primeiros dez dias, sem nenhuma forma
de esforço físico ou esporte, incluindo jogar bola, pular, etc.
 Manter afastamento escolar para que respeite o repouso.
 Não freqüentar nenhuma atividade extracurricular de esportes
durante o repouso.

Intercorrências eventuais:
 Tomar apenas os medicamentos da receita. Medicamentos a base de AAS(aspirina) e antiinflamatórios aumentam
risco de sangramento.
 Poderão ocorrer vômitos tipo “borra de café” principalmente no primeiro dia e usualmente após primeira alimentação.
 Dores durante a deglutição são freqüentes nos primeiros dias, melhoram progressivamente nos primeiros 3 dias
e usualmente melhoram quanto mais cedo se inicia a alimentação.
 Dores nos ouvidos são queixas freqüentes e estão normalmente relacionadas a dores reflexas da garganta e não
a problemas nos ouvidos.
 Febres de até 38 graus podem ocorrer nos primeiros dois dias sem que isso signifique infecção.
 Halitose (mau hálito) pode ocorrer durante a primeira semana, principalmente se a criança não se alimentar.
 Placas amareladas na garganta nos locais onde estavam as amígdalas não significam infecção, são placas
de tecido de cicatrização.
 Sangramento é um evento raro, mas que não deve ser negligenciado. Na ocorrência de sangue vivo por nariz
ou pela boca o médico deve ser avisado imediatamente.



  

Seu filho fez cirurgia para colocação de tubos de ventilação (drenos) nos ouvidos?

Cuidados com água
Os ouvidos devem ser tampados no momento do banho com algodão levemente umidecido em substância. oleosa (óleo de cozinha, óleo de pele, vaselina), este procedimento deve ser mantido até o primeiro retorno com o médico.
Não há necessidade de manter os ouvidos tampados o tempo todo, somente para não molhar no banho.
Contato com água deve ser evitado em piscinas e praia até o retorno com o médico.


Intercorreências eventuais
Otorréia (saída de secreção pelos ouvidos) pode ocorrer, o médico deve ser avisado neste caso.
Dores nos ouvidos são raras, a ocorrência de dores de difícil controle deve ser avisada ao médico.
Sangramento pelos ouvidos não é usual e igualmente deve ser avisado ao médico.
Crianças maiores que se queixem de não estarem escutando com um ou com os dois ouvidos devem ser imediatamente avaliadas pelo médico.

Cuidados ao paciente submetido a cirurgia nasal

Ficar em repouso. Manter a cabeceira da cama elevada a 45 graus no primeiro dia/noite;

O paciente ficará com sensação de estar gripado, com espirros e nariz trancado na primeira semana, devendo se afastar de atividades físicas;

Não tomar remédios que contenham aspirina (AAS);

Marcar reconsulta pós-operatória para o sétimo dia.

Cuidados ao paciente operado de ouvido

setinha Não molhar o ouvido por 45 dias ou até o médico liberar.
setinha Não assoprar.

setinha Não assoar o nariz.

setinha Não forçar para evacuar.

setinha Não levantar peso e se tossir abrir a boca.

setinha Voltar ao consultório no segundo dia para retirar o curativo.

setinha Pingar gotas no ouvido a partir do 21 dia após a cirurgia e retornar em 30 dias.

setinha Ficará com o ouvido entupido por 4 semanas após a cirurgia.

setinha Voltar ao consultório na quarta semana da cirurgia.

setinha Deverá comparecer com os cabelos aparados (masculino).